Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Arrifana

                                                                  

Identificação

 

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Arrifana

 

Tipologia

 

Tendo em conta o previsto no artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 247/2007, de 27 de junho e demais legislação aplicável, o Corpo de Bombeiros de Arrifana é um corpo de bombeiros voluntários, do Tipo 3, com Uma Companhia, Três Secções, Quatro Brigadas e Oito Equipas de Cinco Elementos, constituído por bombeiros voluntários e voluntários em regime de permanência, sujeitos aos respetivos regimes.

 

Data da Homologação

 

Homologado em 30 de novembro de 1927, por alvará do Governo Civil de Aveiro

 

Data da Fundação

 

Fundada em 15 de junho de 1927, com a designação de «Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Arrifana» e reconhecida como Instituição de Utilidade Pública por inscrição na Conservatória do Registo Predial/Comercial de Santa Maria da Feira em 19 de junho de 1989.

 

Missão do Corpo de Bombeiros

A Missão do Corpo de Bombeiros de Arrifana, que tem por base o constante no Decreto-Lei n.º 247/2007, de 27 de junho, alterado pelo Decreto-Lei 248/2012 de 21 de novembro é a seguinte:

a)       A prevenção e o combate a incêndios;

b)       O socorro às populações, em caso de incêndios, inundações, desabamentos e, de um modo geral, em todos os acidentes;

c)        O socorro e transporte de acidentados e doentes, incluindo a urgência pré-hospitalar, no âmbito do sistema integrado de emergência médica;

d)       A emissão, nos termos da lei, de pareceres técnicos em matéria de prevenção e segurança contra riscos de incêndio e outros sinistros;

e)       A participação em outras atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que lhes forem cometidas;

f)        O exercício de atividades de formação e sensibilização, com especial incidência para a prevenção do risco de incêndios junto das populações;

g)       A participação em outras ações e o exercício de outras atividades, para as quais estejam tecnicamente preparados e se enquadrem nos seus fins específicos e nos fins das respetivas entidades detentoras;

h)       A prestação de outros serviços previstos nos regulamentos internos e demais legislação aplicável.

 

Área de Atuação do Corpo de Bombeiros

 

O Corpo de Bombeiros de Arrifana, tem como área de atuação própria, a zona referente às freguesias;

Arrifana, Milheirós de Poiares, Romariz, S. Vicente de Louredo, Caldas de S. Jorge, Lobão, Vale, Escapães, Pigeiros e Guisande, pertencentes ao concelho de Santa Maria da Feira, cumprindo os limites da divisão administrativa do País.

 

Força Mínima de Intervenção Operacional

 

O CB mantém uma força operacional mínima de prevenção e alerta permanente no quartel, constituída e organizada por uma equipa de 5 ou 6 elementos chefiada por um Bombeiro de 1ª ou superior.

A esta força Operacional mínima compete desempenhar as atividades operacionais e de intervenção, no âmbito da missão do CB.